segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Ex-desembargador é o mais novo Cidadão de Porto Alegre

Foto: Felipe Dalla Valle
Bráulo Marques foi deputado estadual ConstituinteBráulo Marques foi deputado estadual Constituinte
Foto: Felipe Dalla Valle
Vereador Paulo Marques entregou o titulo na presença de convidadosVereador Paulo Marques entregou o titulo na presença de convidados

Sessão Solene

Ex-desembargador é o mais novo Cidadão de Porto Alegre



O desembargador aposentado Dorval Bráulio Marques foi homenageado na noite desta terça-feira (14/8) com o titulo de Cidadão de Porto Alegre. Foi durante sessão solene no plenário Otávio Rocha da Câmara Municipal, proposta pelo vereador Paulo Marques (PMDB).

Na abertura da solenidade, a cantora nativista Fátima Gimenez interpretou o hino de Porto Alegre, seguida por João de Almeida Neto, com Um Canto para Uruguaiana. Wilson Paim encerrou as apresentações artísticas interpretando o Canto Alegretense, tudo porque o homenageado nasceu em Uruguaiana, foi secretário municipal e vereador na cidade de Alegrete e desembargador no Tribunal de Justiça (TJ) na Capital.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Mauro Zacher (PDT) comandou a solenidade, agradecendo os serviços prestados pelo homenageado que ingressa no seleto grupo de cidadãos honorários de Porto Alegre.

Trajetória

O proponente, vereador Paulo Marques, lembrou a infância simples do homenageado ao chegar na capital vindo do interior do Estado. Membro do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) durante os anos de chumbo, Bráulio Marques juntou-se a tantos ativistas políticos contrários ao regime e lutou contra a ditadura militar, acrescentando que como deputado ajudou a escrever a Constituição do Rio Grande do Sul. Concluiu dizendo que deixou um legado de uma vida dedicada aos outros e não conteve a emoção ao lembrar da família.

Jorge Krieger de Melo, advogado e presidente do Conselho de Cidadãos Honorários de Porto Alegre, lembrou dos tempos em que, pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), saíam de madrugada para defender presos políticos que lutavam pela abertura democrática, elogiando a posição de liberdade que sempre foi um dos princípios de Bráulio Marques.

Homenageado

Bráulio Marques disse que os amigos são avalistas da sua história e que a outorga do titulo coroa uma caminhada de mais de meio século dedicada a vida pública. Disse que integra “o grupo dos alcoólicos anônimos da sociedade e que sua dedicação continua sendo uma cachaça”. Elogiou os que lutaram contra a ditadura, entre eles, militares que não concordavam com o sistema e saudou a iniciativa da presidência da República em abrir os arquivos do período de exceção. “A vida me proporcionou viver a grandeza e as mazelas dos poderes, experimentei em intensidade sentimentos e emoções que compõem a vida efêmera do ser humano, e acumulei uma fortuna afetiva que não tem cor nem raça, cujo reconhecimento se faz num momento como este”, concluiu Bráulio Marques agradecendo a homenagem.  

Participaram ainda da sessão, pela prefeitura de Porto Alegre, o secretário municipal de Coordenação Política e Governança Local, Cézar Busatto, pelo foro da comarca de Porto Alegre, o juiz de direito Roberto Carvalho Fraga, além da presidente do conselho deliberativo da Associação dos Juizes do Rio Grande do Sul (Ajuris), Jane Maria Vidal, da representante da OAB Maria Helena Dorneles, a esposa Oraides Marques e familiares.
Texto: Flávio Damiani (reg prof 6180)

Edição: Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...